top of page

Caio Castro retorna à Porsche Cup com projeto inédito em homenagem a Ayrton Senna

Opiloto, que já soma vitórias épicas em sua trajetória automobilística, faz seu retorno à Porsche Cup com uma emocionante homenagem aos 30 anos do legado do Tricampeão Mundial de Fórmula 1

Divulgação C3Group

São Paulo, fevereiro de 2024- Depois de uma temporada correndo a principal competição de caminhões do planeta e tendo conquistado pódios emocionantes, Caio Castro está de volta à Porsche Cup, a primeira serie monomarca da Porsche na America do Sul, na categoria Sprint Challenge, ao lado de sua vitoriosa equipe Red Ram, responsável por conquistas épicas, como o primeiro lugar em Interlagos, em 2021. Em seu retorno à competição, ao longo deste ano, Caio e sua equipe irao homenagear a trajetória automobilistica de Ayrton Senna, o maior piloto brasileiro de todos os tempos, por meio de diversas ações durante o torneio de 2024, em uma celebração emocionante e inédita aos 30 anos de legado do tricampeão mundial.


Divulgação C3Group

Durante coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, 29, em São Paulo, Caio Castro deu detalhes sobre o projeto e apresentou, em um show de luzes e hologramas, os diferentes visuais dos carros que irá pilotar em homenagem a Ayrton. A cada etapa, o piloto irá usar macacao, capacete e layout dos carros inspirados nas quatro equipes que Ayrton Senna pilotou. Passando pela Toleman, a equipe em que Ayrton fez sua estreia na temporada de 1984; em seguida no carro Lótus, modelo 98T, em que o piloto de Fórmula 1 correu em 1986; depois na Team Lótus Camel, carro ícone, equipado com motor Honda, em 1987; e por fim, na Mclaren, modelo de 1988, em que Ayrton foi campeão. Em todos esses momentos, haverá surpresas e um show de efeitos para que os carros estejam de acordo com cada momento da trajetória automobilística de Ayrton Senna, sendo a maior homenagem já feita ao lendário Tricampeão de Fórmula 1.

Divulgação C3Group
Divulgação C3Group

E não para por aí, após final da temporada, que contará com etapa internacional, em Portugal, Caio Castro e sua equipe irão promover um leilão beneficente com as peças usadas pelo piloto em cada etapa, com arrecadação destinada ao Instituto Ayrton Senna e projeto social da Mangueira.


''Há tempos que venho pensando nesse projeto junto com meu time, em uma maneira de homenagear uma das figuras mais importantes do automobilismo mundial, alguém de quem sou fã desde criança e que me inspira a cada novo desafio nas pistas, então estou muito empolgado e animado para apresentar ao público tudo que pensamos e projetamos para essa homenagem inédita. Nos últimos anos, tenho me dedicado às corridas e pilotar tem sido algo que me motiva, meinspira, e este ano trazer essa memória do lendário tricampeão mundial de Fórmula 1 vai ser especial demais'', revela Caio.

Caio Castro é apaixonado por automobilismo, pilota desde os 19 anos e já participou de inúmeros campeonatos amadores e profissionais de Kart, foi campeão no KDS Silver Series 2022/2023, vice-campeão na Porsche Cup 2021, nas categorias GT3 e Endurance, onde também acumulou vitórias e o título de centésimo piloto a vencer uma prova da Porsche Cup, em Interlagos. Em 2023, se desafiou em uma nova categoria, de caminhões pesados, na Copa Truck, competindo pela equipe da ASG Motorsports / Mercedes-Benz, onde somou vitórias emocionantes. Sobre a Porsche Cup C6 Bank Maior evento de GT da América Latina, a Porsche Cup C6 Bank realiza campeonatos no Brasil desde 2005. É a maior categoria monomarca e monogestão do País, mandando para a pista a cada evento cerca de 40 carros, rigorosamente idênticos.


Divulgação C3Group

Os modelos usados na categoria são o Porsche 911 GT3 Cup, das gerações 992, 991-2 e 991-1. É o carro de competição mais produzido e vendido no mundo, realizando corridas tanto em eventos-suporte de categorias como F1, 24HdeLeMans, IMSAetc, quanto em eventos proprietários. No Brasil o campeonato tem nove etapas, sendo seis de sprint (com duas corridas de até 30 minutos cada) e três de endurance, com provas de 300 a 500 km nas quais os pilotos formam tripulações de duplas ou trios.

Comments