top of page

LVMH se torna 1ª empresa europeia a atingir valor de mercado de US$ 500 bi

Empresa atingiu marco enquanto Bernard Arnault tenta escolher entre os cinco filhos que o sucederá nos negócios

Bernard Arnault e sua esposa Helene com os filhos Frederic Arnault, Delphine Arnault, Antoine Arnault e Alexandre Arnault - Foto: Getty Images

A LVMH acaba de ultrapassar US$ 500 bilhões de valor de mercado e se tornou a primeira empresa europeia a atingir o marco, informou a Bloomberg. De acordo com a publicação, a LVMH conseguiu o feito devido ao aumento das vendas de artigos de luxo na China, além do fortalecimento do euro.


Impulsionada pelo aumento nas vendas no primeiro semestre, a empresa tinha acabado de se juntar ao ranking das 10 maiores do mundo.


Aos 74 anos, Bernard Arnault construiu a LVMH buscando empresas de luxo rivais para aquisições corporativas, ao mesmo tempo em que alimentava gerações de designers de moda. Seus rivais o chamam de “lobo em cashmere”.


⁠Pai de cinco, Bernard Arnault não deu nenhuma indicação de quem escolherá como seu sucessor, dizendo apenas que será baseado no mérito. Para isso, o empresário tem os colocado em cargos importantes.


Delphine Arnault, a mais velha, foi nomeada diretora executiva da Christian Dior, a segunda maior marca do grupo. Paris também estava agitada semanas antes, quando seu irmão Antoine Arnault se tornou CEO da empresa listada que detém a participação da família na LVMH.


⁠Além deles, existem três filhos do segundo casamento do magnata dos negócios. Alexandre Arnault é vice-presidente executivo da Tiffany & Co., com uma poderosa rede que inclui Jay-Z e o cofundador do Twitter, Jack Dorsey.


Frédéric Arnault dirige a marca de relógios Tag Heuer, enquanto Jean Arnault se tornou diretor de marketing e desenvolvimento da divisão de relógios da Louis Vuitton. De acordo com o The Wall Street Journal, todos os três estudaram nas melhores escolas de engenharia, uma qualificação que seu pai considera crucial para seu próprio sucesso.⁠


Quando questionado sobre o assunto recentemente, Bernard traçou um paralelo entre sua recente decisão de aumentar a idade de aposentadoria do presidente e CEO da LVMH para 80 anos e a pressão controversa do presidente francês Emmanuel Macron para aumentar a idade de aposentadoria do país para 64 anos.⁠


“Quanto à sucessão, você também deve ter notado que a idade de aposentadoria – que está muito em voga – foi estendida”, disse.

Comments