top of page

Piloto brasileiro Lucas Moraes ganha Capacete de Ouro, o Oscar do automobilismo, por atuação e feito inédito em 2023



Destaque no cenário off-road em 2023, tendo conquistado o bicampeonato no Rally dos Sertões, além do pódio inédito brasileiro em sua estreia na competição internacional Dakar, Lucas Moraes ganhou pela segunda vez o Capacete de Ouro, o Oscar do automobilismo, na 27º edição da maior premiação do automobilismo nacional. Defendendo o TOYOTA GAZOO Racing, o piloto recebeu o prêmio ao lado de sua dupla, o navegador Kaíque Bentivoglio.

"Receber um prêmio como esse pela segunda vez, disputando com tantas duplas de alto nível, é algo sensacional. Faz a gente olhar para trás e pensar que toda a luta, todos os dias longe da família, e o sufoco que passamos em cada dia nos desertos, realmente valeram a pena. Agradeço a todos que votaram na gente nesta edição do Capacete de Ouro", diz o piloto.


Em 2016, o piloto chegou a ficar entre os três finalistas do prêmio, que tinha uma fórmula de premiação diferente da atual, garantindo o Capacete de Bronze, em 2016, e, em 2017, na categoria "Nacional".



Lucas Moraes chamou a atenção internacional na sua estreia no Dakar em 2023 ao conquistar um pódio inédito para o Brasil na competição, ficando em terceiro lugar e como melhor "rookie" da história. Já neste ano da competição, Lucas chegou ao final disputando o vice-campeonato, até que uma quebra do carro o tirou da briga. No entanto, ele registrou outro marco histórico para o país ao se tornar o primeiro brasileiro a vencer uma etapa do Dakar na classificação geral.


"Uma das capacidades de competir nos ralis vem da  nossa força e preparação mental. Por exemplo, em um Dakar,  você é levado ao limite. Nas etapas do Mundial, que estou disputando, também somos levados ao limite. Nos submetemos a tudo isso porque amamos o esporte. Mas, em outros momentos, ver que o seu trabalho é reconhecido, o seu esforço mereceu a atenção das pessoas, faz tudo valer a pena", completou Lucas.


コメント