top of page

Vitor Biannk: A moda está na sensibilidade do olhar

Conhecido pelo bordão “Oi, gente! Sou Vitor Biannk”, é assim que de forma despretensiosa ele grava stories mostrando sua rotina bem corrida.


Aos 29 anos, Vitor Biannk é natural da Zona Leste de São Paulo e, desde pequeno, já se mostrava comunicativo em apresentações na escola, festividades e reuniões de família. Graduado em Design de Moda, tem uma rica bagagem profissional: de assistente pessoal a atuação no backstage do São Paulo Fashion Week, um dos maiores eventos de moda do mundo, foi personal style, palestrou sobre tendências de moda, fez assessoria de imprensa, deu curso de moda para turistas em Nova York Worktur e já recebeu convite para um projeto “Paris Possível”, um workshop de moda, cultura e arte em Milão.


“A moda não é só vestir, a moda é comportamento, cultura, é o que agente vê na rua. Para mim, é comunicação e expressão e todos nós estamos em busca de expor isso de alguma forma seja através de um look, um acessório ou foto. Tudo é moda, basta ter a sensibilidade no olhar”, declara Vitor Biannk.

Vitor, como foi trabalhar no backstage de um dos maiores eventos de moda no SPFW?


Trabalhar no backstage na parte de produção,  mesmo sendo estagiário foi um aprendizado incrível, pois foi através dali que eu percebi o quanto a moda é ampla e existe um leque de possibilidades.


Como personal style, o que mais as pessoas buscam para melhoria do seu visual?


Ser condutor de imagem ou personal style vai além de invadir o closet do seu cliente, e conhecer as roupas dele, você vai trabalhar com a questão da auto estima e muitas vezes do encontro da pessoa, porque em geral elas estão um pouco perdidas. E ai, quando encontram com seu estilo, tudo fica mais simples e mágico. Então é uma tarefa super difícil, porém gratificante eu posso dizer que fico muito feliz em fazer essas consultorias.

Já tive casos esporádicos de clientes que se sentiam feias e logo após a consultoria se sentirem belíssimas; e de fato eram pessoas bonitas mas, que não conseguiam se enxergar. Teve caso de pessoas solteiras que conseguiram namorar e até casar. Foram promovidas de trabalho, porque além de ter um bom currículo, com o look adequado para determinada função teve uma visibilidade maior. Então a gente percebe que a moda não é apenas o vestir, a moda é o comportamento, a consultoria vai além, tem que ter todo esse cuidado com a empatia, por isso digo que o personal é um psicólogo fashion.

Suas palestras sobre tendência de moda, de onde vem suas inspirações para temática da palestra?


Primeiro no WGSN que é uma empresa de previsão de tendências. Ela solta no primeiro impacto um pouco do preview do que vai ser a próxima estação, em seguida eu vejo a pantone que vem essa questão de cartela de cor Mondial.  E ai depois eu membro para palestras de inspiração como Senac moda informação entre outros e ai eu venho para as Fashion Wings da vida Paris Fashion Week, New York Fashion Week, Nova York, Milão, enfim os berços da moda para ai sim finalizar a minha pesquisa de tendência em filmes e novelas atuais, onde tem aquele personagem  marcante e clipes musicais, tudo isso é manifestação de tendências.


Cursos de moda, tem algum plano de curso no Brasil?


Bom, nunca pensei em nenhum curso de moda no Brasi mas, assim como tive a experiência worktur em Nova York, acho que poderíamos trazer essa essência para o Brasil, afinal de contas o Brasil é um país muito rico em cultura, em estilistas e matéria prima e até mesmo em história. Podemos percorrer pelo centro de São Paulo e falar um pouco sobre, também.


Pode falar um pouquinho sobre a proposta do projeto Paris / Milão?


A proposta de Paris em Milão foi justamente baseado no curso de moda em Nova York ,onde conseguiram ver que teve start e muitas pessoas interessadas, com isso consegui fazer todo esse acompanhamento do projeto, desde a captação, prospecção e até sobre o que será abordado. Direcionar para o consulado, para a questão aérea, enfim, eles viram que teve muita procura e foi interessante, pois obtiveram lucro abrindo um leque de possibilidades. Estive na linha de frente acompanhando todo o processo.

Quais os projetos futuros?


Meus projetos para o futuro é dar workshop ou até mesmo cursos voltados para área de produção de moda.

Commenti