top of page

Henrique Freneda fala sobre segunda temporada de “Reforma Surpresa”

Designer de interiores e paisagista compartilha segredos dos bastidores e diz o que o público pode esperar de continuação, que deve contar com a presença de famosos

Após uma primeira temporada de sucesso, o programa “Reforma Surpresa”, apresentado pelo designer de interiores e paisagista Henrique Freneda, irá ganhar uma continuação, prevista para estrear em 2024. A grande novidade é a presença de famosos, que devem botar a mão na massa e mostrar que são ‘pau pra toda obra’.


- Quando reformarmos uma casa ou um espaço, estamos realizando o sonho daquela pessoa. Ela confiou na gente e nos pediu para fazer parte da sua vida. Então pensamos, de que forma podemos elevar o nível desse ‘sonho’? Pra essa sequência decidimos convidar celebridades que de alguma forma marcaram a vida do participante. Acho que vai ser uma experiência muito divertida, até pra conhecer um pouco mais da intimidade entre o fã e seu ídolo – afirma Henrique.

A primeira temporada, exibida originalmente pela Band e posteriormente adquirida pelo Lifetime Brasil, contou com 12 episódios. Dentre todos, o mais marcante na visão de Freneda foi o quarto, que trouxe a história da Dona Ivete, uma senhorinha animada que, durante a pandemia, perdeu o espaço da sua lavanderia para comportar as peças automobilísticas de seu filho.


- O Filipe, que era o filho da Dona Ivete, entrou em contato conosco e disse que queria fazer essa surpresa linda pra mãe. É uma família super humildade, do bem, unida. E foi um episódio muito especial porque tivemos muitos altos e baixos durante o tempo da obra. Ela tinha uma cachorrinha velhinha, muito fofa, e no dia que fomos entregar recebemos a notícia de que ela faleceu, sendo que a gente tinha preparado um espaço especial pra ela. Mas aí, nesse mesmo dia, nasceu o neto da Dona Ivete, então foi um carrossel de emoções – explica.

O paisagista, que foi agraciado por seu espaço na CASACOR, como o espaço mais criativo da mostra, contou ainda que muitas coisas que acontecem durante a obra acabam não indo pro produto final, por questões de tempo. Apesar disso, ele relembrou com bom humor algumas cenas dos bastidores.


- Fazer obra é sempre uma comédia né? Tivemos de tudo um pouco: cano que estourou no dia em que fomos entregar um apartamento e alagou tudo, um espelho gigante que quebrou na hora de carregar. Várias vezes tivemos que parar tudo, limpar o estrago e refazer do zero. Tem uma pessoa da equipe, que não citarei nomes (risos), que é muito desastrada, então cada hora era um perrengue diferente. Quem sabe um dia a gente não lança uma versão completa mostrando tudo isso? – finaliza.